Por que sua empresa deve estar no Youtube?

Dicas para ter um canal corporativo no Youtube: saiba como criar, produzir e postar um vídeo


Dicas para ter um canal corporativo no Youtube


Quando você pensa em assistir a um vídeo, qual é a plataforma que vem à sua mente? Para 2 bilhões de pessoas por mês, é o Youtube. Esse público, conectado em mais de 100 países, assiste então a cerca de 1 bilhão de horas de vídeo por dia, sendo uns 70% via dispositivos móveis. Ou seja, quem não tem um canal no Youtube pode ficar de fora do radar de quem está comprando, procurando orientações, buscando conhecimento e entretenimento. 


O Youtube pertence ao Google – logo aparece com prioridade em suas buscas - e, dessa forma, seus links podem ser facilmente compartilhados em todas as redes sociais e WhatsApp. É assim que todos os canais de comunicação online atualmente rodam, sempre de forma integrada, juntos e misturados. Até o marketing de conteúdo corporativo, que sempre contemplou a produção de textos com base em técnicas de otimização por palavra-chave, já acatou o alto índice de engajamento de vídeos.


Como criar um vídeo para o Youtube?


Entretanto, não é qualquer vídeo que fará sua empresa se destacar no Youtube. Postar toda e qualquer gravação, só para movimentar o canal da empresa, está longe de ser uma boa estratégia. É necessário então ter objetivos claros e um plano de ação detalhado. Pensar em conteúdo de qualidade é o que faz toda a diferença, principalmente, para acompanhar a velocidade e a dinâmica da plataforma – ainda mais em tempos que boa parte de nós está em casa e passa mais horas online.


O ponto de partida, antes de produzir um vídeo para postar no Youtube, é saber qual é o perfil de consumo de vídeo do seu público-alvo. Para isso, vale pesquisar se os que se interessam pela sua marca preferem vídeos curtos ou longos, se seguem mais empresas ou “personas” (pessoas físicas), se chegam na plataforma por recomendação ou por ferramenta de busca, se costumam assistir a lives ou a vídeos gravados e assim por diante.


Depois disso, a dica é pensar qual tipo de conteúdo fará com que seu público queira saber mais sobre a sua empresa, assistir a mais videos, ir para o seu site e – o mais importante - entrar em contato. É a tal taxa de conversão que tanto se fala em marketing de conteúdo: como o canal do Youtube trará mais clientes para o seu negócio? Em outras palavras, qual é o propósito de manter um canal ativo na plataforma?


Como produzir um canal no Youtube?


Storytelling para lançar a marca Alelo: a emoção dos protagonistas da mudança

Vídeo mostra como a Citi Foundation apoia pequenas produtores


Definido o perfil de usuário e a estratégia de conteúdo, o passo seguinte é colocar então tudo isso em prática. Como estamos falando de canais corporativos, a sugestão é começar por vídeos institucionais, que falem o que sua empresa faz. Entretanto, lembre-se que ninguém está ali para ver uma propaganda da sua empresa. As pessoas querem ver boas histórias, que emocionem, com uma linguagem simples e objetiva.


É o caso, por exemplo, de um vídeo produzido pela Jabuticaba Conteúdo para mostrar os bastidores da criação da marca Alelo (ex-Visa Vale) em apenas 50 dias úteis e de outro que conta a iniciativa Bota na Mesa do Citi, focada na inclusão de agricultores familiares na cadeia de produção de alimentos. Posteriormente, considere temas que agreguem valor à audiência, respondam dúvidas comuns, informem, entretenham e emocionem. Essa é um dos caminhos mais simples para gerar empatia, fidelidade e engajamento. Além disso, organizá-los em webseries ou vídeos curtos e sequenciais tende a repercutir bem.


Outro aspecto importante é criar uma identidade visual que permita unificar todos os vídeos. Isto é, que faça com que as pessoas saibam que pertencem à sua marca. Aliás, a qualidade de edição de cada conteúdo também é importante. Assim sendo, vale investir em uma vinheta de abertura e de fechamento, incluir logotipo fixo em marca d’água e outras técnicas de produção de vídeo capazes de personalizar até mesmo gravações feitas com o celular. Avalie bem o conteúdo dos primeiros segundos, pois são eles que definirão se uma pessoa continuará a assisti-lo ou não. Qualquer dúvida nessa etapa, nos procure. Será um prazer contar as histórias da sua empresa, além do que produzir vídeos é a nossa especialidade.


Como postar um vídeo no Youtube?


Ah, e não basta apenas entrar no canal da empresa e postar. Voltando ao marketing de conteúdo que falamos no começo deste blog, alguns detalhes merecem atenção para que o seu vídeo seja encontrado com facilidade. O principal é o texto de descrição, que deve conter as palavras que provavelmente alguém digitaria no campo de busca. Além disso, a thumbnail - aquela imagem em miniatura usada como “capa” do vídeo - deve receber uma atenção especial. Lembre-se que nessa rede o visual é a “isca”, se a imagem  não for interessante, cliques podem ser perdidos.


Por fim, separe seus vídeos em playlists por assunto ou linha de produtos. Uma página organizada e com um visual bacana faz muita diferença. Fazemos isso aqui em nosso canal e notamos que tem facilitado muito que nossos clientes visualizem as opções de vídeos que desenvolvemos em nossa produtora. É o nosso portfólio, nossa vitrine. E fique de olho nas métricas (quantidade de visualizações, por exemplo) de cada vídeo. Assim, você poderá ajustar as publicações ao conteúdo mais procurado. Isso trará tráfego, reconhecimento de marca e, possivelmente, vendas. 

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo