top of page

MANUAL DE GRAVAÇÃO PARA EXECUTIVOS NA ERA DO 4K

Atualizado: 2 de jul.

Será que as novas tecnologias de gravação e edição, como o 4k, mudaram as regras para a sua aparição em telinhas e telonas? Se você quer aparecer com aquela camisa xadrez, pode esquecer. Esta continua banida.


Nem todo mundo tem a experiência e a desenvoltura de um apresentador ou repórter de televisão na hora de gravar um vídeo, seja no celular ou diante de um equipe profissional. Certa vez, numa entrevista, William Bonner, que apresenta o Jornal Nacional desde 1996, declarou: “A relação com a câmera não é uma coisa inata, uma relação natural para mim. Eu aprendi a fazer”. O segredo é treinar, treinar e treinar - e usar algumas regras antes, durante e depois da gravação.


Mas será que o 4K (resolução de imagem aproximada de 3840 pixels na horizontal e 2160 na vertical), também conhecido como UHD (Ultra High Definition), mudou essas regras? "É como um míope quando coloca óculos de grau", diz Gabriela Serra, diretora de Operações da Jabuticaba, área responsável, entre outras coisas, pela edição de vídeos. Ou seja, o 4k escancara eventuais problemas no visual. "Uma base mal passada, uma espinha no queixo ou um cisco na roupa preta ... tudo vai ficar mais exposto", diz ela.


Listamos abaixo algumas regras de bom senso, novas e antigas, para você brilhar na sua próxima gravação. Mas atenção, pois a regra fundamental não mudou: seja você mesmo.


IMAGEM CONTINUA SENDO TUDO


Deborah Wright, presidente do conselho do IBGC, em gravação na noite de

lançamento da sua autobiografia "Senhora de si": elegância, gravando em pé


Quando o assunto é roupa para gravação, lembre-se que menos é mais. Sendo assim, use preferencialmente cores lisas e tons neutros como bege, cinza, marinho e castanho. 

  • Evite listras, pois elas vibram na tela. Aliás, a tecnologia de gravação 4K pede ainda mais cuidado com as listras.

  • Xadrez - nem mesmo o maravilhoso "príncipe de Gales" - e nem o pied poule (do francês, pé de galinha) - são padronagens que devem ser usadas no vídeo, pois embaralham a visão, como se a imagem estivesse se mexendo.

  • Evite padrões grandes ou formas geométricas.

  • Antigamente não se podia usar branco na TV pois a luz do estúdio era rebatida, estourando na tela. Atualmente, isso já é possível, graças à tecnologia.

  • Preto é sempre formal. Na dúvida, use-o.

  • O tamanho da roupa deve seguir o padrão da vida real – nem largo (vai te engordar), nem justo (vai te deixar desconfortável). 


Tania Cosentino, atual CEO da Microsoft, ainda estava na Schneider Electric quando gravou com a

Jabuticaba Conteúdo para o projeto Trajetórias: pretinho básico não tem erro.


  • Evite acessórios grandes e barulhentos. Acessórios e bijuterias devem ser discretos e foscos. Jamais pendurados e brilhantes. Cuidado com abotoaduras (ou botões) dourados pois podem ficar refletindo na luz da câmera.

  • Deixe o pescoço livre de lenços e echarpes para melhorar a postura. Só use echarpe ou lenço se o objetivo for contornar o decote do blazer. Para não achatar a imagem, evite também blusas de gola de lã muito grossas.

  • Evite decotes, transparências e alcinhas.

  • Vestidos dificultam o uso do fone sem fio preso às costas.

No começo da gravação todo iniciante fica nervoso, mas depois que percebe que aparecer na TV não é um bicho de sete cabeças, vai ficando tão à vontade que se acha na sala de casa. Cuidado para não relaxar demais e, se estiver de vestido ou a saia, ficar em dificuldades ao cruzar de pernas.
  • Maquiagem leve e natural, sempre.

    • A maquiagem deverá ser discreta e bem aplicada, inclusive no pescoço.

    • Cuidado com o corretivo nas manchas e olheiras, utilize sempre uma base para neutralizá-lo. 

    • Não recomenda-se o uso de iluminador, pois pode passar a imagem de pele oleosa tanto no vídeo quanto na foto. 

    • Prefira de pó translúcido e não com cor.

    • Quanto à sombra, cores neutras, como os tons de marrom.

    • O blush pode ser rosado e o batom cor da boca.

    • Não esqueça a máscara de cílios para abrir o olhar.

  • Por fim, e não menos importante, vamos falar de cabelos? Eles devem parecer o mais naturais possível. Nem despenteados e nem sujos. Se rebeldes, prenda-os. Jamais apareça de cabelo molhado ou com gel.

DICÇÃO É FUNDAMENTAL

  • Fale pausadamente e pronuncie bem as palavras. Mas cuidado para não ser aquele entrevistado lento que faz a audiência dormir. Tenha força na voz; dê entonação às palavras.

  • Use frases curtas, mas fortes. Fale na ordem direta: sujeito + verbo + predicado.

  • Evite o 'aaan... aaan' , 'né?', 'tá?' ou 'tá entendendo?' , “então”, “ok” 

  • Evite as muletas: “claro”, “com certeza” e “veja bem”. 

  • Expressão facial:  mantenha a fisionomia relaxada, com um ar natural  e descontraído.

 

MINUTOS ANTES DA GRAVAÇÃO, LEMBRE-SE DE

  • Para os homens, abotoar a camisa deixando apenas um ou dois botões abertos.

  • Pentear os cabelos.

  • Lavar e secar o rosto (nos dias quentes!) para tirar o brilho; no caso das mulheres com maquiagem, recomenda-se passar o pó nas faces, testa e queixo (chamada de Zona T).


CUIDADO COM A LINGUAGEM CORPORAL

Ela é uma parte importante da comunicação visual. Na hora da gravação, mantenha uma postura firme, mas não engessada. Encoste a coluna na cadeira para manter o corpo ereto.

JAMAIS solicite ou aceite ser gravado atrás de uma mesa! Ela cria uma barreira física entre você e seu público, o que dificulta a conexão emocional. Também vai limitar seus movimento.Estar mais próximo da câmera e sem uma mesa entre você e a lente facilita o contato visual, o que é crucial para criar uma sensação de conversa direta com o espectador.

DURANTE A GRAVAÇÃO:

  • Tenha uma linha de raciocínio, mas sem decorar. Isso não quer dizer que você está livre de estudar o assunto antes. Na tela, o texto decorado dá uma impressão ruim, não transmite confiança. Seja espontâneo.

  • Evite gestos demais. No vídeo, isso desvia a atenção de quem assiste.

  • Evite olhar para baixo ou girar o olhar enquanto pensa na próxima frase.

  • Encerre com algo que resuma ou reforce os conceitos transmitidos.


Alexandre Silva, presidente do conselho da Embraer, também no projeto

Trajetórias da Jabuticaba: elegância simples, para quem pode.

LEMBRE-SE DE:

  • Olhar sempre para o entrevistador, a menos que seja orientado a olhar para a câmera;

  • Manter a postura ereta; se estiver sentado, desabotoe os botões do paletó. Sente-se no blazer.

  • Não mexer os pés ou balançar a cadeira onde está sentado


DICA FINAL

  • Esqueça a câmera e divirta-se!


Comments


bottom of page