top of page

Como você tem conscientizado os seus colaboradores sobre ESG?

Atualizado: 26 de set. de 2022

Abreviação de Environmental, Social and Governance, a sigla ESG ganhou vida própria nos últimos anos. Muita gente pode até não se lembrar do significado de cada letra, mas imediatamente associa a sigla ao conceito de sustentabilidade. E cada vez mais, empresas que adotam boas práticas ambientais, sociais e de governança corporativa são reconhecidas pela sociedade e valorizadas pelo mercado.

Mas como a importância do ESG é percebida pelos seus colaboradores? Quais são os desafios para engajar o público interno à agenda ESG?

São perguntas que pedem respostas pragmáticas. É uma missão desafiadora e que exige um processo de comunicação com mensagens que sensibilizem os colaboradores sobre sua responsabilidade individual. A especialista em reputação corporativa Tatiana Maia Lins, em artigo publicado no portal da Aberje (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial) pontua que, para atingir os objetivos do ESG, é necessário criar um planejamento de comunicação interna específico para os temas sensíveis e necessários dentro de cada organização. “Não dá para tratar a Agenda ESG de forma genérica e como uma simples campanha no mês do orgulho LGBTQIA+ ou como ação de Dia do Meio Ambiente”, adverte. "O engajamento ocorre a partir da seriedade com a qual o tema é tratado pela liderança; ele não se realiza com ações como dar pequenos presentes após uma palestra motivacional quando o tema não é vivido internamente", reforça ela.

A especialista recomenda, sim, treinamentos e palestras, mas desde que sejam acompanhadas de guias de recomendações que evidenciem os conceitos para o cotidiano das pessoas. É necessário criar um enxoval de comunicação interna, incluindo a identidade visual e realizar pesquisas que avaliam a evolução do engajamento dos públicos aos temas, assim como a real eficácia das ações, os pontos de atenção e os cases positivos. “São insights preciosos que dão fôlego às melhores narrativas”, destaca. Todo esse conjunto de ações faz parte de projetos e comunicação de sucesso para conscientizar – e mais – engajar os colaboradores à agenda ESG de sua empresa. O resultado será a melhoria da empresa como “employer brand” (tradução livre para marca empregadora), pois as ações podem gerar uma percepção positiva sobre a organização como local de trabalho. Uma percepção moldada e impulsionada pelos colaboradores e profissionais interessados pela empresa.


Tim-tim por tim-tim da sigla:

E, de Environmental: está relacionada às estratégias e planos de ação corporativos que promovam redução dos impactos ambientais negativos. Empresas devem considerar projetos de impacto e engajamento interno a essa causa, como reduzir o uso de água nos escritórios, trocar lâmpadas incandescentes por LED, utilizar descargas de água econômicas, usar torneiras de baixo consumo ou automáticas, separar o lixo, reutilizar móveis, incentivar a economia de papel etc., são alguns exemplos. E, claro, não destruir a natureza no seu processo de produção.

S, de Social: envolve pensamento crítico sobre padrões de desenvolvimento social e criação de soluções inovadoras para os times, o entorno e os fornecedores. Por exemplo: respeito incondicional aos direitos humanos e sua promoção na cadeia de valor; ações de inclusão e diversidade, criação de planos de relacionamento e engajamento das comunidades do entorno das operações, desenvolvimento socioeconômico de fornecedores locais, investimento no treinamentos de times internos, planos de voluntariado, entre outros. G, de Governance: para que os critérios ambientais e sociais sejam consistentes, é imprescindível que haja uma gestão interna robusta, com processos claros que garantam a ética e cumprimento da legislação (compliance), transparência e publicidade dos resultados do negócio. Além disso, diversidade de pessoas em fóruns de gestão, implementação de políticas anticorrupção, promoção de compras sustentáveis de insumos, bens e serviços, entre outros.
Nós aqui na Jabuticaba Conteúdo acreditamos que, se queremos um mundo melhor para todos, temos que nos esforçar diariamente, com a participação consciente de cada membro da equipe.
E você, está preparado para engajar seus colaboradores?

Referências:






0 comentário
bottom of page